Melancia: uma das culturas mais populares do Brasil

Melancia: uma das culturas mais populares do Brasil

13 maio de 2020

Os dados captados em 2019 sobre o cultivo brasileiro de melancia mostraram que a área colhida foi de aproximadamente 105.000 hectares, com produção de 2.314.700 toneladas. Entre as regiões, o Nordeste lidera em termos de área plantada e produção, seguida por Sul, Norte, Centro-Oeste e Sudeste do País. Dentre os Estados, o Rio Grande do Sul é o maior produtor nacional. Já quando se fala em produtividade, a média brasileira é 22 t/ha, mas há regiões em que as médias são maiores, chegando a 33 toneladas por hectare.

Tratando-se da região Sul, em Santa Catarina são ao menos 2500 hectares de plantação de melancia, sendo 500 hectares só em Jaguaruna, que é a cidade catarinense com a maior plantação da fruta. Já no oeste do estado está a cidade de Caxambu do Sul, considerada a capital estadual na produção de melancia. Em 2019 a colheita passou das 3 mil toneladas, um número 30% maior em relação a 2018.

Entre os tipos que se destacam na região está a Jubilee, a variedade se adapta muito bem ao clima local e têm maior aceitação do mercado consumidor e, em virtude disso, está entre as mais plantadas. O período de semeio se dá entre o final de junho e outubro e o sistema de cultivo mais utilizado é o convencional, em que a terra é preparada e recebe lavração e gradagens.

Para esse mercado, a Superseed, linha de alta tecnologia de sementes, apresenta a melancia Vista, ideal para se obter bons resultados na colheita. Isso porque é uma Jubilee híbrida que têm como características maior produtividade, precocidade, coloração de polpa com um vermelho intenso, superior às Jubilees tradicionais, além de resistências à antracnose e murcha de fusário. Qualidades que vêm conquistando o produtor a cada safra pela excepcional qualidade de frutos.

Produtos relacionados a notícia