Notícias

Buscar em notícias

Com tecnologia de ponta no beneficiamento de sementes, unidade em Goiás completa 22 anos

Com tecnologia de ponta no beneficiamento de sementes, unidade em Goiás completa 22 anos

9 novembro de 2023

A Agristar do Brasil, uma das maiores empresas do País no desenvolvimento, produção e comercialização de sementes de hortaliças e frutas, possui estações experimentais localizadas do Rio Grande do Norte à Santa Catarina, e a unidade de Orizona, em Goiás, conta com um destaque: diferente das demais, ela é responsável não somente pela produção, mas também pelo beneficiamento de sementes, com tecnologia de ponta utilizada em todas as etapas do processo produtivo.


Com a vinda dos produtos ‘brutos’ diretamente do campo, é comum encontrar uma variedade de materiais a serem removidos, como talos, folhas, grãos malformados, terra, entre outros. Por isso, o beneficiamento é uma importante operação, pois submete as sementes a passarem por uma série de equipamentos, desde a recepção na unidade até a embalagem e distribuição. "Esses processos visam garantir a qualidade e segurança das sementes, removendo os materiais indesejáveis de acordo com suas formas, tamanhos e pesos", diz o Diretor de Produção da Agristar, Enio Barbosa de Carvalho Filho.


Ele explica que, atualmente, a unidade conta com 150 produtores de sementes, divididos entre regionais e de outros estados, como Minas Gerais, Sergipe e Rio Grande do Sul. "Por meio deles, beneficiamos em torno de 600 toneladas de sementes e a produção contempla mais de 30 espécies de alface, além de tomate híbrido e algumas variedades de feijão vagem", detalha.


Com uma área de 1.800m de armazenamento, com capacidade para até 500 toneladas, a unidade de Orizona abrange todas as etapas, desde a contratação de cooperados (produtores), implementação dos campos, documentações junto aos órgãos competentes (MAPA, CREA, receita estadual, entre outros), até o acompanhamento do desenvolvimento, seleção de materiais parentais, verificação da maturação para a colheita, acompanhamento da colheita, beneficiamento, aprovação e armazenamento.


Alguns dos materiais também são embalados na unidade, que possui equipamento de última geração, como explica o Diretor de Operações, Silvio Valente. "O processo de embalagem da unidade contempla sementes de feijão, ervilha, milho e com destaque para sementes de coentro - com uma média de 3 a 4 toneladas por dia". Já em relação à instalação em Goiás, Silvio explica que a logística foi o ponto decisivo. "Grande parte de nossos campos de produção são na região, dessa forma centralizamos o processamento na unidade e despachamos os produtos para os clientes a partir de lá".


Aproveite para se inscrever no Canal da Agristar e ficar por dentro de todas as novidades!

Este site armazena cookies em seu computador. Esses cookies são usados para coletar informações sobre como você interage com nosso site e nos permite lembrar de você. Usamos essas informações para melhorar e personalizar sua experiência e para análises e métricas sobre nossos visitantes, tanto nesse site quanto em outras mídias. Para obter mais informações sobre os cookies que usamos, leia nossa Política de Privacidade.