Notícias

Buscar em notícias

Agristar do Brasil apoia projeto de treinamento de basquete para pessoas com deficiência física

Agristar do Brasil apoia projeto de treinamento de basquete para pessoas com deficiência física

14 maio de 2024

Com o objetivo de impactar positivamente comunidades e entidades sociais, a Agristar do Brasil, uma das maiores empresas do País no desenvolvimento, produção e comercialização de sementes de hortaliças, flores e frutas, presta apoio ao Grupo de Amigos Deficientes e Esportistas de Campinas – GADECAMP, beneficiando diretamente 15 atletas de basquete com deficiência física.

Por meio da Lei Paulista de Incentivo ao Esporte, a empresa ofereceu aporte ao projeto "Incluindo Crianças, Jovens e Adultos com Deficiência no Esporte Paralímpico" e garantiu o treinamento de basquete em cadeira de rodas para os atletas. O projeto se tornou um símbolo de superação e inclusão, visando fortalecer o esporte no Brasil e preparar atletas para integrarem o time de alto rendimento. Os treinamentos ocorrem ao longo de 12 meses no Ginásio Poliesportivo do Instituto Padre Haroldo, situado em Campinas (SP).

Além do treinamento, os atletas contam com acompanhamento com nutricionista, fisioterapeuta o com apoio de uma psicóloga especializada, que auxilia no desenvolvimento da concentração, foco e resiliência durante todo o período.

"Além de realizar ações como doações de sementes e incentivo à cultura, por exemplo, sobretudo nos últimos tempos temos nos concentrado, também, no apoio ao esporte. Incentivar o importante trabalho realizado pelo GADECAMP é uma forma de atuar na vida de crianças, jovens e adultos com deficiência física, dando a eles novas perspectivas e promovendo a inclusão", diz o supervisor de contabilidade da Agristar, Alex Moreno.

Como surgiu o Grupo
O GADECAMP foi criado em 1999, mas sua formação teve início 11 anos antes. Em 1988, surge o Projeto de Atividade Motora Adaptada (PAMA), da Faculdade de Educação Física da UNICAMP, em Campinas, que tinha o propósito de integrar e estimular o convívio social da pessoa com deficiência à sociedade por meio de esportes adaptados como natação, atletismo, handebol, basquetebol e futebol de salão.

Em 1996, foi formado o Grupo de Esportistas Deficientes em Ação e Integração (GEDAI), que separava do PAMA os esportes em cadeira de rodas, como basquete e handebol, com o objetivo de formar equipes para competições. A partir do crescimento técnico dos atletas do basquete e a falta de recursos financeiros para campeonatos, alguns integrantes optaram por criar, em março de 1999, o GADECAMP – que atualmente participa do Campeonato Estadual Paulista Série A e da Elite do Campeonato Brasileiro, e já coleciona diversos títulos.


Este site armazena cookies em seu computador. Esses cookies são usados para coletar informações sobre como você interage com nosso site e nos permite lembrar de você. Usamos essas informações para melhorar e personalizar sua experiência e para análises e métricas sobre nossos visitantes, tanto nesse site quanto em outras mídias. Para obter mais informações sobre os cookies que usamos, leia nossa Política de Privacidade.