Notícias

Buscar em notícias

Agristar apoia projeto em prol de crianças com Síndrome de Down

Agristar apoia projeto em prol de crianças com Síndrome de Down

4 março de 2024

Reforçando ainda mais sua política interna de incentivo a ações socioculturais e instituições, a Agristar do Brasil, uma das maiores empresas do País no desenvolvimento, produção e comercialização de sementes de hortaliças e frutas, apoia, pela primeira vez, o Projeto Impulsionando Amanhã.


Desenvolvido pelo Centro Síndrome de Down (CESD), localizado em Campinas, interior de São Paulo (SP), o Projeto busca estimular o desenvolvimento nas áreas cognitiva, motora, emocional, de fala e linguagem, de atividades de vida diária e de sociabilidade de bebês e crianças de zero a quatro anos de idade, possibilitando condições efetivas de inclusão familiar, social e iniciação da vida escolar. Já para os pais ou responsáveis, o programa busca apoiar e orientar sobre os cuidados e estímulos necessários aos filhos. 


"Os atendimentos são individuais, com fisioterapeuta, fonoaudióloga e terapeuta ocupacional, e ocorrem duas vezes por semana, contemplando, principalmente, bebês e crianças em situação de vulnerabilidade social. Os pais ou responsáveis também passam por atendimentos, sendo uma atividade complementar de caráter obrigatório, realizada pela psicóloga familiar, podendo ser semanal ou quinzenal, dependendo de cada demanda", explica a responsável pelas relações institucionais do CESD, Claudete de Lima.


Por meio da renúncia fiscal, a Agristar irá auxiliar nos custos das 50 crianças atendidas pelo Projeto. "Apesar de ser a primeira vez apoiando o CESD, a empresa já exerce há anos a política de apoio a ações sociais e culturais, seja financeiramente, por meio de doações de alimentos ou hortas comunitárias, por exemplo. Além de ser gratificante, reforça nossa constante atuação e a importância deste posicionamento pelas empresas", ressalta o supervisor de contabilidade da Agristar, Alex Moreno, responsável pelos repasses à instituição.


"As empresas têm várias formas de nos ajudar na construção de um mundo de oportunidades e protagonismo para estas pessoas e suas famílias. Todos temos limitações e potenciais, e quando uma empresa como a Agristar nos enxerga, queremos que ela veja o impacto que causamos por meio de sua ajuda. O terceiro setor precisa deste apoio para continuar fazendo o seu trabalho com efetividade", finaliza Claudete de Lima.

Este site armazena cookies em seu computador. Esses cookies são usados para coletar informações sobre como você interage com nosso site e nos permite lembrar de você. Usamos essas informações para melhorar e personalizar sua experiência e para análises e métricas sobre nossos visitantes, tanto nesse site quanto em outras mídias. Para obter mais informações sobre os cookies que usamos, leia nossa Política de Privacidade.