Book Navigation

Eventos técnicos são os preferidos pelos produtores rurais para se atualizar, aponta pesquisa

Eventos técnicos são os preferidos pelos produtores rurais para se atualizar, aponta pesquisa

6 agosto de 2018

A Pesquisa Hábitos do Produtor Rural, da Associação Brasileira de Marketing Rural e Agronegócio (ABMRA), mostra que 92% dos agricultores destacam feiras, exposições, dias de campo e palestras técnicas para se atualizar sobre novidades para suas propriedades rurais. No caso dos criadores (pecuaristas, produtores de leite, avicultores e suinocultores, principalmente), o percentual é de 71%.

Esses dados sinalizam que os produtores rurais levam muito a sério a participação em eventos técnicos. "Não se trata de passeio. São locais perfeitos para troca de ideias, contato com novas tecnologias, atualização técnica, encontro com especialistas, momento de comparação de custos e equipamentos. Enfim, em um evento agropecuário os produtores recebem uma série de informações úteis para o sucesso da sua propriedade. Como mostra o levantamento da Associação Brasileira de Marketing Rural e Agronegócio, estar lá, ao lado do nosso público-alvo, é uma estratégia que funciona muito bem", explica Guilherme Vianna diretor de Equipamentos da ABMRA (Associação Brasileira Marketing Rural) .

Vianna aplica o resultado da pesquisa em sua empresa. Em 2018, participa de 87 eventos rurais. São exposições nacionais, feiras regionais e dias de campo espalhados por todo o país. No total, o público estimado pelos organizadores para estes eventos supera 2 milhões de produtores rurais. 

"Se queremos falar diretamente com o nosso público-alvo, os produtores rurais – tanto pecuaristas quando avicultores, suinocultores e agricultores – estar nos eventos é um caminho rápido e eficaz. Porém, é preciso estratégia. Não basta estar presente. É fundamental levar novas tecnologias, fazer demonstrações práticas e mostrar o custo-benefício", explica Guilherme Vianna.

A 7ª Pesquisa Hábitos do Produtor Rural ABMRA é o maior completo levantamento do perfil de compra e hábitos de mídia dos agricultores e produtores de animais. A pesquisa fez 2.835 entrevistas com produtores em 15 estados brasileiros.

Fonte: Mundocoop