Dicas

O que causa a queima de bordos em alface e como evitá-la

A queima de bordos em alface é uma desordem fisiológica atribuída à deficiência de cálcio (Ca) nas folhas. Este nutriente é um dos constituintes da parede celular e a sua deficiência leva a um enfraquecimento da estrutura e rompimento dos vasos, causando uma necrose do tecido foliar.

Nem o suprimento de Ca ao solo ou pulverizações com a substância são meios seguros de prevenir a ocorrência da queima dos bordos das folhas da alface, quando as condições climáticas estão favoráveis ao seu aparecimento. Mesmo cultivares tidas como tolerantes inesperadamente podem apresentar os sintomas.

Segundo algumas pesquisas, mudanças bruscas de temperatura bem como aumento da umidade do solo ou relativa do ar reduzem a transpiração da planta e a velocidade em que o Cálcio chega às partes jovens, resultando na queima de bordos.

O produtor deve estar atento, pois existem outras doenças que, muitas vezes, são confundidas com a queima de bordos. Uma dessas doenças é o “glassiness”, que absorve água em excesso pelas raízes e as folhas não conseguem colocá-la para fora por transpiração, podendo ocorrer em Condutividade Elétrica (EC) muito alto ou muito baixo.

Em ambos os casos, as medidas preventivas a serem tomadas são:

- correção de pH do solo com calcário antes do plantio;

- evitar estresse hídrico por meio da irrigação controlada;

- uso moderado de adubos nitrogenados;

- manter boa ventilação, no caso de cultivo protegido;

- manter EC controlado, próximo de 2,5 mS/ cm;

- evitar colheita tardia, pois os danos são maiores em plantas mais velhas.

Silvio Nakagawa

Especialistas Brássicas e Folhosas