Book Navigation

Cebolas híbridas garantem plantio o ano todo com qualidade para produtor e consumidor

Portfólio Topseed Premium atende mercados de norte a sul do país

Com um mercado cada vez mais competitivo, os produtores precisam ser estratégicos no momento do plantio e na escolha dos materiais. Nesse contexto, o vasto portfólio de sementes da linha Topseed Premium, com 11 variedades de cebolas, consegue oferecer a opção certa, no momento certo, levando para o campo produtividade, rusticidade, tecnologia e conhecimento, garantindo o semeio o ano todo com qualidade para o produtor e o consumidor.

Segundo o especialista em bulbos e raízes da Agristar do Brasil, Samuel Sant’Anna, o trabalho de desenvolvimento de produtos é incessante. “Estamos sempre em busca de materiais de elevado potencial produtivo e que ao mesmo tempo sejam resistentes a pragas e doenças e que possuam ainda formato, coloração de bulbo e qualidade de casca desejáveis, visando atender as necessidades dos produtores e também do mercado consumidor. Como desenvolvemos sementes de cebolas híbridas que se adaptam ao cultivo em diversas regiões do país, isto proporcionou grandes avanços neste setor, uma vez que nossos híbridos podem atender as particularidades de cada região desde que respeitado o calendário de semeio de cada material. Com isso a produção de cebolas no Brasil se torna constante e de qualidade”.

No Cerrado brasileiro, área que engloba os estados de Minas Gerais, Goiás e Distrito Federal, a topografia, temperatura e clima fazem com que a área seja uma das melhores para se produzir cebolas no Brasil. Segundo Douglas Machado, Representante Técnico de Vendas Cerrado,a linha Topseed Premium permite ao produtor ter opções para toda a época de plantio. “Conseguimos posicionar a variedade correta de acordo com o objetivo do produtor. Para as primeiras áreas de plantio, o destaque da linha é o material Andrômeda F1; a partir de meados de janeiro, temos a Aquarius F1, a Sirius F1 e, logo em seguida, a Optima F1, um dos materiais com melhor formato de bulbo do mercado; e a Perfecta F1, que possui o maior potencial produtivo para a região; a Soberana F1, material de alta adaptação em vários tipos de solo; e por fim, nas últimas épocas de plantio, contamos com a Lucinda F1, para o mercado que exige melhor qualidade de casca”, explica Machado.

No estado de São Paulo, a região de Monte Alto tem predominância de pequenos produtores, que normalmente semeiam a cebola após a safra de cereais. “Os híbridos ajudaram os produtores a resolver problemas como doenças foliares e obter uma melhor uniformidade dos bulbos. Isso é possível porque todas as variedades lançadas são testadas e adaptadas em estações experimentais próprias em Santo Antônio de Posse (SP), Mossoró (RN), Orizona (GO) e Ituporanga (SC), além de uma estação de pesquisa localizada em Guimarânia (MG), fundamentais para que cada material chegue ao mercado com o manejo adaptado a cada região e período do ano. As variedades mais plantadas são a Aquarius F1, Optima F1 e Soberana F1”, destaca o Representante Técnico de Vendas São Paulo, Renato Souza.

Para o Representante Técnico de Vendas Nordeste, José Francisco Albuquerque,dos 11 materiais da linha é possível destacar para os estados da Bahia, Pernambuco, Sergipe, Alagoas e Paraíba cinco já reconhecidos no mercado e com janelas de semeio definidas: Aquarius F1, Andrômeda F1, Fernanda F1, Predileta F1 e Serena F1. “Todos são ótimos materiais e são inúmeros os casos de sucessos, isso graças aos bons resultados obtidos com produções que chegaram a patamares jamais vistos ou esperados. Já tivemos áreas de lavoura da cebola Fernanda F1 com 150 ton/ha e Serena F1 com 140 ton/ha, por exemplo”, diz.

Em 2018 a Topseed Premium lançará no mercado a cebola roxa Gamay F1. Sant’Anna explica que é um material muito produtivo e resistente a doenças foliares. “Os bulbos apresentam coloração roxa intensa, tanto interna quanto externamente e é adaptado para o cultivo na região Nordeste, tendo uma janela de semeio que vai de agosto até dezembro. Será uma excelente opção para os produtores nordestinos”. 

Imagens para download: