Book Navigation

Alfaces mais tolerantes às variações climáticas ajudam produtores no plantio de verão

Neste período do ano, com calor e chuvas, a cultura da alface sofre um conjunto de problemas devido à instabilidade do clima. Para amenizar o impacto, além de um manejo preventivo eficaz, o produtor pode optar por cultivares mais tolerantes às adversidades.

Segundo Silvio Nakagawa, Especialista em Brássicas e Folhosas da Agristar do Brasil, mesmo os produtores mais experientes e que já passaram por vários verões, são surpreendidos com doenças e distúrbios fisiológicos em suas lavouras.  “Isso se deve a instabilidade e inconstância do clima de um ano para outro, ficando difícil estabelecer um programa de manejo. Neste período ocorrem doenças foliares fúngicas e bacterianas tais como Alternaria, Cercóspora, Pseudomonas, Fusarium e Rhizoctonia; viroses como o LMV e Vira-cabeça; além de distúrbios fisiológicos como queima de bordas, pendoamento precoce, entre outros”.

Os principais polos de produção no Brasil se encontram no entorno das grandes cidades do Sul e Sudeste do Brasil, mas vem expandindo para as regiões Norte e Nordeste com uso de técnicas como a hidroponia e cultivo protegido, permitindo contornar algumas dificuldades climáticas das regiões mais quentes.

A linha de sementes Topseed Premium possui um amplo portfólio de alfaces desenvolvidas para diferentes tipos de clima, adaptadas às dificuldades típicas de cada período graças aos testes realizados em estações experimentais localizadas em diferentes regiões do Brasil, além de duas unidades de experimentais de hidroponia onde são possíveis realizar testes de adaptação a diferentes soluções nutritivas, espaçamento, levando um produto mais seguro aos nossos parceiros.

As novas cultivares de alface, quando aprovadas em testes internos, são testadas em áreas de produtores externos para que, mesmo em diferentes climas, solos e manejos, garantam um alto nível de produtividade. “Um de nossos lançamentos recentes, a alface americana Astra, passou por um longo período de triagens internas e depois externas, em condições bastante adversas de clima e também nos mais variados tipos de cultivos como hidroponia, solo, substratos, o que nos garante um produto seguro para ser oferecido aos produtores e viveiros”, explica Nakagawa.

Entre as variedades que compõe o portfólio Topseed Premium, linha de sementes profissionais de alta tecnologia da Agristar do Brasil, estão as alfaces crespas Malice, Elba, Jullie, Camila e Red Star, lisa Regina 500, as romanas Bonnie e Donna, as mimosas Salad Bowl, Salad Bowl Roxa, Imperial e Imperial Roxa, além da americana Astra, lançada em 2015.


Imagens para download: